Galisteu será protagonista em nova produção gravada no Jalapão

O cineasta Rony Guilherme, acompanhado do operador de turismo Alex Paulo (Jalapão Extremo), apresentou para a Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) nesta segunda-feira (08), o roteiro do filme RSVP Jalapão, que terá quase 70% de suas locações na capital e no município de Mateiros, na região do Jalapão.

RSVP é a abreviatura de Répondez S’il Vous Plaît,  uma expressão francesa que significa “Responda por favor”

A previsão da equipe de produção é de que o filme, que terá como enredo principal, a Síndrome de Burnout, seja gravado ainda este ano. Além de Mateiros e Palmas o filme também terá locações em São Paulo. O elenco principal traz os atores Jarbas Homem de Mello, Adriane Galisteu, Walter Breda, Maximiliana Reis e Cristtina Freitas. A Síndrome de Burnout é um distúrbio psíquico causado pela exaustão extrema.

Segundo Rony, a obra se volta para a região turística mais famosa do Tocantins e uma das mais belas do Brasil como um refúgio à vida estressante dos grandes centros urbanos.

Além de trazer uma nova produção audiovisual para o Tocantins, o diretor explicou que o projeto envolve capacitação técnica, por meio de workshops para costureiras de Mateiros, que farão o figurino e e jovens da capital, que terão aulas de direção, desenvolvimento de roteiro, edição, fotografia.

Rony Guilherme revelou que o mesmo trabalho foi desenvolvido na cidade de Luís Eduardo Magalhães-BA, com ótimo retorno. Ele ressaltou ainda que o filme será distribuído em países como Itália, Espanha, Portugal e China.

“Nosso interesse é promover e divulgar o Estado”, enfatizou presidente da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc). Jairo Mariano. O presidente ressaltou ainda que a proposta de qualificação de mão de obra certamente será bem recebida pelo governador Mauro Carlesse e que a Adetuc está à disposição para colaborar com o sucesso do projeto.

Mateiros

Mateiros fica Localizada na região leste do Estado a 310 km da capital. A cidade recebeu este nome em função da grande quantidade de veados mateiros encontrados na região.

O local é referência na produção do artesanato em capim dourado. É na zona rural do município que está localizado o Povoado Mumbuca, comunidade remanescente de quilombo onde se originou a produção do artesanato em capim dourado.

Mateiros possui cenários cinematográficos, como as trilhas e mirantes da Serra do Espírito Santo; vislumbrar as inigualáveis Dunas em tons dourados e alaranjados; vários fervedouros; as águas cristalinas, verde-esmeralda, da Cachoeira do Formiga; além da Cachoeira da Velha, e a Prainha do Rio Novo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: