Homem que atacou cachorrinha com foice no Tocantins pode pegar até 6 anos de prisão

Um homem de 29 anos foi indiciado pelo crime maus-tratos a animais nesta quarta-feira (12), após ter sido apontado como principal suspeito de ter atacado uma cadela de apenas quatro meses com golpe de foice no ultimo sábado (09), no município de Ipueiras do Tocantins, região central do estado.

O crime causou grande comoção devido a violência do ataque, pois a cadelinha teve de ser sacrificada por causa dos graves ferimentos.

O suspeito foi identificado e conduzido à delegacia por agentes da 75° Delegacia de Polícia Civil, da cidade de Silvanópolis.

A investigação foi coordenada pelo delegado-chefe da unidade policial, Antônio de Oliveira Carvalho.

“Ao tomarmos conhecimento dos fatos, iniciamos imediatamente as investigações, com o objetivo de apurar o mais rapidamente possível as circunstâncias do ato cruel”, destacou o delegado.

Na delegacia, o homem que seria vizinho dos tutores da cadelinha foi questionado sobre os motivos que o levaram a praticar o ato contra o animal, mas permaneceu calado. Ele foi liberado em seguida por não se encontrar mais em situação de flagrante.

Ele foi indiciado com base no artigo 32, parágrafos 1-A e 2, da lei 9.605. Se condenado, o homem pode pegar uma pena de até seis anos de reclusão.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: