Araguaína vai exigir cartão de vacina para quem frequentar bares e restaurantes da cidade

O prefeito de Araguaína Wagner Rodrigues, publicou um novo decreto nesta quinta-feira (19) atualizando as medidas restritivas de contenção do Covid-19. Entre as principais mudanças estão a ampliação do horário de atendimento dos bares e restaurantes e o comércio em geral, que só poderá funcionar com todos os funcionários ou servidores vacinados.

O documento de nº 68 entrou em vigor nesta quinta-feira (19) e as mudanças foram tomadas levando em consideração que 80% da população com mais de 18 anos no município já receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus.

Ainda de acordo com o decreto, é permitida a realização de torneios, campeonatos e similares e as atividades artísticas, criativas ou espetáculos, desde que ocorram em ambientes abertos e semiabertos, com lotação máxima de 50% de sua capacidade e autorização prévia da fiscalização municipal.

Ampliação do horário

O horário de atendimento dos bares, restaurantes, cinemas, academias, food trucks, adegas, conveniências e similares foi ampliado, podendo atender das 6 a 1 hora, com tolerância máxima até às 2 horas. Após esse horário, somente por delivery. A música ao vivo nos estabelecimentos continua autorizada, até 1 hora com tolerância máxima até às 2 horas.

O acesso aos bares e restaurantes fechados e semiabertos, também tiveram mudança e conforme o decreto, será obrigatório o controle de entrada, pois somente os clientes vacinados com pelo menos a primeira dose poderão entrar. Para a comprovação, é necessário apresentar o cartão de vacina físico ou virtual através do Conecte Sus.

Já eventos como colações de graus, formaturas, casamentos, aniversários e pequenos eventos só poderão ser realizados com autorização prévia da fiscalização municipal, desde que sigam regras como lotação máxima de 50% da capacidade do local e até o limite de 300 pessoas. Nos ambientes fechados ou semiabertos, será obrigatório o controle de entrada permitindo somente a participação de pessoas vacinadas pelo menos com a primeira dose.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: