Cerca de 2 mil pessoas são dispersadas da Praia da Graciosa por aglomeração neste final de semana

Mesmo com os trabalhos intensos das equipes de fiscalização, muitas pessoas continuam desrespeitando os decretos municipais, principalmente na Praia da Graciosa, que em mais um final de semana esteve lotada. O registro foi feito entre a noite de sábado (17) e a madrugada deste domingo (18) durante a operação Integrada ‘Tolerância Zero’, que vistoriou estabelecimentos e flagrou diversas situações de descumprimento das medidas de segurança e prevenção à Covid-19, na Capital.

A movimentação na Praia da Graciosa foi bastante intensa com inúmeras pessoas fazendo uso de bebidas alcoólicas, embaladas por som automotivo ou de caixas portáteis, aglomeravam-se e ignoravam medidas básicas de prevenção, como o uso de máscaras de proteção individual e o distanciamento social. Segundo os agentes de segurança, a aglomeração entrou pela madrugada deste domingo, e mais de 2 mil pessoas estavam no local. O público foi disperso com a chegada das forças de segurança.

Ao todo, foram registrados um embargo (fechamento) por aglomeração, 17 autos de infração e seis notificações de estabelecimentos comerciais que descumpriam as determinações dos decretos e outros 29 autos de infração foram efetuados pelos agentes de Trânsito e Transporte Municipal. As equipes também receberam denúncia de que um estabelecimento localizado na Arne 51, que havia sido embargado recentemente, estava em pleno funcionamento. Depois de confirmada a irregularidade, inclusive com a realização de festa com música ao vivo, sem a devida autorização, e cerca de cem pessoas aglomeradas no espaço, os fiscais promoveram a dispersão do público e adotaram as medidas cabíveis.

A operação no fim de semana

As praias têm sido alvo das operações, pois devido á época de temporada, a população tende a frequentar esses locais assiduamente. Foi constatada superlotação nesses espaços, em especial na Praia do Caju, onde as equipes fizeram abordagens educativas na tentativa de sensibilizar os frequentadores a seguirem as regras de prevenção à Covid-19.

Os trabalhos são comandados pela Diretoria de Fiscalização Urbana da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais (Sedusr), realizados em conjunto pelas equipes da Vigilância Sanitária e de Obras e Posturas, com o apoio operacional dos agentes de Trânsito e Transporte, Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), Corpo de Bombeiros Militar, equipe da Cidadania e Justiça, do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) e o Procon-TO. Na operação “Palmas na onda da prevenção”, também atuam em conjunto a Agência de Turismo de Palmas, Fundação Municipal do Esporte e Lazer e Fundação Municipal da Infância e Juventude.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: