Corpo de jovem enterrado na zona rural de Filadélfia é identificado pela Polícia Civil

O corpo de um jovem de 18 anos, que foi encontrado em avançado estado de decomposição na Zona Rural do município de Filadélfia, na região norte do estado, foi identificado pela Polícia Civil do Tocantins por meio do confronto papiloscópico das impressões digitais coletadas, com as impressões do prontuário civil.

A identificação foi realizada pelos papiloscopistas lotados no 2º Núcleo Regional de Papiloscopia de Araguaína pelo exame papiloscópico. O cadáver que estava enterrado na zona rural do município e apresentava sinais e ferimentos ocasionados por arma branca.

O papiloscopista Marcos Fernandes Araújo do Nascimento explica que foi utilizado o método de destacamento das “luvas epidérmicas” com entitamento das cristas de fricção para conseguir coletar as impressões digitais.

Desaparecimento

O desaparecimento dele foi registrado por meio de um Boletim de Ocorrência de desaparecimento na 34ª Delegacia de Polícia Civil de Filadélfia no dia 1ª de dezembro pelos familiares. O laudo necropapiloscópico de identificação foi encaminhado à 34ª DPC para os procedimentos cabíveis.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: