Em sua primeira semana de atuação, Pedro Cardoso apresenta 35 requerimentos e 2 projetos de lei

Em sua primeira semana de atuação como parlamentar, o vereador Pedro Cardoso (DEM), honrando o seu compromisso com a sociedade palmense, apresentou aos vereadores, 35 requerimentos e dois Projetos de Lei.

As proposições tem como objetivo principal a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos que vivem na capital e na zona rural do município de Palmas.

Além de solicitar a construção de praças, creches e reformas de outros espaços públicos utilizados pela população, o vereador solicitou urgência para os requerimentos, que pede agilidade na execução das obras de reparo da Ponte sobre o Córrego Sussuapara localizada entre as quadras 203 e 303 Norte.

“A população da região norte já esperou muito para a solução deste problema. Vamos atuar de forma objetiva para que essa obra seja concluída o mais rápido possível”, afirmou.

Outro requerimento, apresentado pelo vereador, foi a conclusão da ponte de concreto no Setor Manuel da Cruz, no Distrito de Taquaruçu, na zona rural de Palmas.

“Essa outra ponte é de fundamental importância para os produtores rurais da região que enfrentam dificuldades para escoar sua produção. A ponte de concreto trará mais comodidade aos moradores daquela região e facilitará o trânsito para aqueles que precisam ir e vir”, lembrou.

Além de requisitar celeridade nas obras citadas, o vereador solicitou à presidência da Casa que o bolsão verde localizado ao lado da sede do poder Legislativo possa ser utilizado como estacionamento tanto pelos parlamentares, servidores da Casa, quanto pela população de forma em geral.

“Esses requerimentos representam as necessidades da população, são demandas apresentadas pelo povo durante os atendimentos feitos em nosso gabinete. Esse é o papel do vereador, levar as reivindicações da sociedade até o poder Executivo”, explicou.

Projetos de Lei

Na quinta-feira (11), o vereador protocolou outros dois Projetos de Lei. O primeiro propõe a criação do “Dia Quebrando o Silêncio”, que será celebrado anualmente no 4º sábado do mês de agosto.

A intenção do projeto, segundo o vereador, é dar visibilidade às discussões sobre o abuso e a violência praticada contra vulneráveis em ambiente doméstico e familiar como, como o abuso infantil, a violência contra a mulher e contra o idoso.

O Dia da Campanha “Quebrando o Silêncio” motiva a promoção de ações educativas e de prevenção contra o abuso e a violência doméstica, através da conscientização. A iniciativa foi instituída em 2002, e está presente em oito países da América do Sul (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) e tem por objetivo dar visibilidade a uma campanha que de forma rigorosamente educativa, motiva, desperta, conscientiza a sociedade e as vítimas da importância e absoluta necessidade de se denunciar o agressor, abusador, considerando que o silêncio é o maior obstáculo para identificação, cessação da conduta criminosa, acolhimento e tratamento das vítimas.

O outro projeto, dispõe sobre atendimento psicológico aos alunos e profissionais da Rede Municipal de Ensino. A proposta de Lei apresentada pelo parlamentar propõe a realização de atendimento psicológico por meio de profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS), exclusivamente no ambiente e horário escolar.

“Esses são dois projetos que tem como fundamento o cuidado com a saúde da família. Esse é o papel do vereador. Ouvir as demandas da nossa população e propor soluções que tragam benefícios diretos a sociedade. Estamos atendendo a população diariamente em nosso gabinete para dar voz e vez a cada setor da sociedade”, argumentou o vereador.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: