Extensionistas do Ruraltins recebem qualificação em Olericultura no norte do estado

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) reúne nesta semana, de 17 a 19, em Araguatins e em Araguaína, cerca de 30 extensionistas para capacitação em Olericultura orgânica, convencional e hidropônica, cultura que abrange as hortaliças, legumes e alguns frutos.

Voltado para técnicos das sete regionais do órgão no Estado, o curso tem como finalidade alinhar as práticas da extensão no sentido de auxiliar os pequenos produtores a alavancarem a produção de alimentos, gerando emprego e renda e, principalmente, fortalecendo a agricultura familiar do município e região.

Essa capacitação técnica faz parte de convênio firmado entre Governo do Tocantins e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com execução do Ruraltins. A iniciativa atende 800 famílias de agricultores familiares, com renda de zero a quatro salários mínimos, com assistência técnica e acompanhamento das atividades desenvolvidas pelos agricultores participantes.

O gerente de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), José Carlos explicou que a realização desse curso partiu de uma demanda dos técnicos do órgão.

“Partiu de uma necessidade de capacitação especificamente na temática de olericultura para incentivar a produção desses alimentos. Mas além disso, tem sido feito uma série de outras atividades de capacitação para os técnicos, dando a eles melhores condições de prestar uma assistência técnica ainda mais qualificada para os agricultores no Tocantins”, reforçou.

Durante os três dias de curso, os técnicos terão que elaborar um projeto contemplando as categorias de olericultura, a orgânica, a convencional e a hidropônica.

Visitas técnicas

Ainda na programação incluiu visitas técnicas a projetos de olericultura. Em Araguatins, serão visitados o viveiro de mudas em olericultura convencional instalado no Projeto de Assentamento Mutirão, do proprietário Tiago Conceição; e a horta hidropônica do proprietário Antônio Pereira Evangelista.

Já em Araguaína, a visita acontecerá na horta Orgânica Certificada do produtor José Neto Pereira Gomes; e na Horta Sintrópica no campus do Centro Universitário Tocantinense Presidente Antônio Carlos (UNITPAC).

No curso, técnicos terão que elaborar projetos contemplando as categorias de olericultura: orgânica, convencional e hidropônica – Foto: Divulgação Governo do Tocantins.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: