Jovem tocantinense morre após passar mal durante realização de Teste de Aptidão Física em Roraima

O jovem Arthur Neiva Vieira de Sousa, de 23 anos, passou mal e morreu após a realização do Teste de Aptidão Física (TAF) para o concurso público de Agente Penal da cidade de Boa Vista (RR). A morte foi comunicada pelo governo do Roraima nesta terça-feira (09).

Ele morava no Tocantins e viajou até a capital roraimense para participar do certame. Após passar mal, ele recebeu atendimento médico emergencial e apresentou um quadro de instabilidade, então precisou ser levado ao hospital.

A Secretaria de Saúde, afirmou que Arthur esteve no Hospital Geral de Roraima (HGR) na última sexta-feira (5) mas fugiu do local após solicitar alta e o médico informar que seria necessário revisão do prontuário.

Ainda conforme a Secretaria de Saúde, Arthur retornou ao hospital no domingo (7) apresentando quadro de insuficiência hepática e renal. Devido a gravidade do caso, não resistiu e veio a óbito.

De acordo com a Secretaria de Comunicação, o jovem era de Gurupi e teria apresentado um laudo de aptidão física assinado por um médico cardiologista do Tocantins que o havia declarado apto para a realização do teste físico.

Por G1 Roraima

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: