Para evitar fraude na Black Friday Procon intensifica fiscalização e monitora mais de 1.300 produtos no Tocantins

O Procon Tocantins realizou monitoramento em 102 empresas, entre os dias três e seis de novembro de 2020,  nos municípios de Palmas, Paraíso, Guaraí, Tocantinópolis, Araguaína, Colinas e Dianópolios.  A operação é para evitar  a publicidade enganosa na Black Friday que acontece no próximo dia 27.

Entre os itens monitorados: carros, motos, celulares, tablets, notebooks, perfumes, materiais de construção, relógios, óculos, roupas, tênis, bolas de futebol, bicicletas, chinelos, ventiladores, liquidificadores, televisores, máquina de lavar roupas, panela de pressão, fritadeira air fryer, fogão, micro-ondas, ferro de passar, ar condicionado, frigobar, cafeteira, aspirador de por, dentre outros.

A gerência de Fiscalização do Órgão de Defesa do Consumidor explica que o principal objetivo do monitoramento é evitar a maquiagem dos preços anunciados. “Com essa ação antecipada temos condições de checar se os descontos oferecidos serão verdadeiros”, ressalta Magno Silva, gerente. 

Orientações

O Superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, informa o consumidor que no dia da Black Friday, 27 de novembro, os fiscais, de posse do monitoramento, voltarão aos estabelecimentos comerciais para comparar os preços praticados durante o levantamento com os anunciadas no dia do evento, além de observarem outras irregularidades.

O consumidor que estiver planejando comprar algum produto na Black Frida, nós orientamos também a fazer seu próprio monitoramento de preços, lembrando que é muito importante o consumidor tirar fotos das placas de preços, bem como fazer print da tela em se tratando de sites na internet”, disse o superintendente

Denúnicas  

Os consumidores poderão denunciar falsos descontos, através do Disque Procon 151 ou no WhatsApp Denúncia 992166840 ou ainda junto aos núcleos 

https://procon.to.gov.br/institucional/nucleos-regionais/

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: