Programa Caixa D’água Para Todos poderá beneficiar mais de 14 mil famílias de baixa renda no Tocantins

Uma equipe da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) foi até Belém do Pará para conhecer o Programa Caixa D’água Para Todos, desenvolvido de forma pioneira pelo governo paraense por meio da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa).

Lançado no segundo semestre de 2020, o Caixa D’água Para Todos já distribuiu e instalou quase 5 mil reservatórios para clientes de baixa renda, contemplando mais de 25 mil pessoas que moram em Belém e na região metropolitana da Capital paraense.

A comitiva da ATS foi recebida na última quarta-feira (10), pela diretoria da Cosanpa para conhecer os detalhes técnicos do projeto e avaliar a possibilidade de implantar o projeto nos 46 municípios concessionários da Agência.

O objetivo do governo do Tocantins é instalar cerca de 14 mil reservatórios residenciais com capacidade de armazenamento de 500 litros de água cada um, beneficiando de maneira direta mais de 48 mil tocantinenses.

Equipe da ATS foi recebida pela diretoria da Cosanpa para conhecer os detalhes do programa Caixa D’água Para Todos – Foto: Nielcem Fernandes – Governo do Tocantins

Qualidade de vida

O presidente da ATS, Davi Goveia Júnior afirmou que o intuito da visita da equipe tocantinense é buscar novas práticas para melhorar a qualidade de vida da população atendida pela Agência.

“Avaliar a viabilidade da implantação desse projeto que irá beneficiar as famílias carentes atendidas pela ATS, foi uma determinação do governador Mauro Carlesse. Nosso objetivo é melhorar a qualidade de vida da população do nosso Estado por meio do fornecimento de água tratada de qualidade. Com a instalação desses reservatórios, nossos clientes terão mais conforto em suas residências e consequentemente uma melhor qualidade de vida”, argumentou o presidente.

Parceria

“Recebemos a visita dos nossos colegas da diretoria da ATS, e com muito orgulho, estamos passando informações sobre o Caixa D’água Para Todos, para que eles possam estudar e analisar a viabilidade de um programa como esse lá no Tocantins, dentro das características do Estado. O que pudermos fazer para que a população, que usa o abastecimento de água possa ter melhores resultados, para nós, será uma grande satisfação”, destacou o presidente da Cosanpa, José Antônio De Angelis.

Viabilidade

“Esse projeto chamou nossa atenção principalmente por que traz benefícios diretos a população de baixa renda que representa um grande percentual dos clientes atendidos pela ATS. É um programa que trouxe resultados para a população do Pará e nós pretendemos levar esse modelo para o Tocantins. Como somos estados vizinhos, essa cooperação de tecnologia e de projetos, pode beneficiar a população carente que precisa desse benefício”, explicou o vice-presidente da ATS Aguinaldo Lima.

“A reunião foi muito proveitosa, tivemos informações e trocamos experiências em relação ao que já foi instalado aqui pela Cosanpa. Vamos tentar viabilizar a implantação desse projeto no Tocantins para proporcionar uma melhor reservação de água aos nossos clientes e com isso diminuir eventuais problemas de desabastecimento”, ressaltou o diretor de produção da Agência, Marcos Antônio da Silva Júnior, diretor de Produção da ATS.

Na sede da Cosanpa a equipe da ATS teve o primeiro contato com os modelos de reservatórios instalados – Foto: Nielcem Fernandes – Governo do Tocantins

Benefícios

Após a reunião na sede da Cosanpa, a equipe da ATS foi convidada a conhecer in loco a execução do projeto. O gerente comercial da Agência, Bruno Queiroz observou que a instalação dos reservatórios trouxe uma melhora significativa para o abastecimento da população assistida.

“Visitando a população contemplada com esse projeto, pudemos perceber a importância da instalação desses reservatórios para uma família que não tem condições de arcar com esse investimento. Essa reservação de água na casa dos nossos clientes é de fundamental importância para aprimorar o atendimento à população mais carente atendida pela Agência uma vez que a instalação será feita de forma completamente gratuita”, explicou.

Uma das residências visitadas foi a da costureira Maria José, moradora do bairro da Sacramenta. Ela lembrou do tempo que dependia de um camburão para armazenar água porque nunca teve condições de instalar uma caixa d’água em casa. Graças ao programa, ela tem esse benefício em casa para atender as necessidades da família.

“Aqui quando faltava, ficava muito difícil para carregar baldes de água do vizinho. Agora, ficou muito bom! Tenho água em casa sempre. O serviço da Cosanpa está melhorando”, assegurou Maria José Araújo.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: