Projeto de horta contribui para a alimentação de servidores das UPAs e socorristas do Samu

Com o objetivo de contribuir para a alimentação saudável para os servidores e até pacientes, caso necessário, a Unidade de Pronto Atendimento da Região Sul (UPA) desenvolve há três meses o cultivo de uma horta orgânica com área aproximada de 45m² e conta com a participação de dez servidores da rede municipal de saúde, que estão envolvidos diretamente na manutenção e cuidados diários do local. As sementes e insumos foram doados pelos próprios servidores que se dedicam para manter a iniciativa viva.

A Coordenadora da UPA da região Sul, Marinete Rodrigues, explica que para garantir a correta implantação, a horta teve o acompanhamento e inspeção da Vigilância Sanitária de Palmas (Visa) e segundo ela, os alimentos colhidos (alface, cebolinha, coentro e salsa) são enviados para a UPA Norte, onde são utilizados na elaboração dos lanches que são servidos aos plantonistas e servidores das UPA Sul e Norte, do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), das Unidades Sentinelas e aos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Para a nutricionista e coordenadora das equipes multiprofissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), Priscila Coelho, uma alimentação equilibrada com alimentos variados e dando preferência aos alimentos in natura é de extrema importância para se manter adequadamente nutrido. “Muitos alimentos estão ligados a manutenção da imunidade, como também na prevenção de doenças crônicas”, ressaltou Priscila.

Vale lembrar que orgânico não é apenas um produto cultivado sem o uso de adubos químicos e agrotóxicos. É um produto limpo, saudável, que provém de um sistema de cultivo que observa as leis da natureza e todo o manejo agrícola está baseado no respeito ao meio ambiente e na preservação dos recursos naturais.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: