Após denúncia anônima, Polícia Civil descobre desmanche de carros de luxo no centro da capital

Uma operação deflagrada por policiais civis da Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) de Palmas, resultou na descoberta de um desmanche de carros de luxo que funcionava em uma residência na região central nesta terça-feira (03).

No local, os agentes encontraram e aprenderam uma camionete Hilux, de cor branca, ano 2019, que havia sido furtada, próximo a um supermercado da capital, no dia 30 de setembro deste ano. Além da caminhonete, diversos acessórios como rodas de liga leve e peças de outros veículos furtados e roubados em Palmas também foram apreendidos. Um homem que estava no imóvel conseguiu

A operação “Carros de Luxo” foi deflagrada ainda no início do ano de 2020 e tem por objetivo localizar e apreender veículos de luxo que são subtraídos por uma associação criminosa com atuação no Tocantins e outros estados da federação.

“De acordo com o que foi localizado nas dependências do imóvel, é possível denotar que o local estaria sendo utilizado como uma espécie de desmanche e depósito de objetos de origem ilícita”, ressalta o delegado Anderson Casé.

Atuação interestadual

Conforme o delegado Rossílio Souza Correia, a camionete localizada nesta terça-feira, havia sido clonada e apresentava vários sinais de identificação adulterados.

“O veículo estava com chassi, motor, placas e vidros adulterados e estava escondido em uma residência da Capital e, posteriormente, seria levado para outro estado da federação onde seria revendido por um valor bem abaixo do praticado no mercado”, afirmou.

Ainda segundo o delegado, a associação criminosa que tem agido no furto das camionetes atua seguindo um padrão já pré-estabelecido.

“Cada integrante do bando tem uma função já definida e quando os veículos são roubados, eles são levados para uma residência alugada em Palmas, onde são feitas as adulterações e a clonagem do  carro”, ressalta o delegado.

Rossílio Correia explica ainda que os veículos permaneciam escondidos no esconderijo alugado tempo suficiente para que a poeira abaixasse e então, o carro era levado para outro estado, onde era revendido.

O veículo e os demais itens localizados foram levados para a sede da DERFRVA, onde serão periciados e, posteriormente, restituídos aos seus verdadeiros proprietários. Somente nos últimos meses, a Operação Carros de Luxo da Polícia Civil já recuperou várias camionetes furtadas ou roubadas na Capital e efetuou as prisões de inúmeras pessoas envolvidas nos crimes.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: