Com quase 300 mortes, março já é o mês com maior número de óbitos desde o início da pandemia no Tocantins

Mesmo antes do seu fim, março já registra a o maior número de óbitos causados pelas complicações covid-19 desde o início da pandemia no Tocantins. Esse número representa um aumento de 104% em relação ao mês de fevereiro, onde foram contabilizadas 144 mortes pela doença.

Segundo os dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), entre os dias 1º e 23 de março foram registrados 295 óbitos por covid-19 em todo estado. Anteriormente o mês de agosto de 2020 detinha a triste marca de 291 mortes em decorrência das complicações da infecção pelo novo coronavírus. Só nesta terça-feira (23), o Boletim Epidemiológico emitido pela SES, registou 17 novos óbitos.

Com elevadas taxas de contaminação e de internação, o sistema de saúde do Tocantins está em colapso. Uma fila de pacientes se forma a espera de tratamento em leitos clínicos e de UTI-covid de norte a sul do estado. Desde o final de fevereiro, as taxas de ocupação de leitos ultrapassam os 90%.

Nesta segunda-feira (22), o Ministério Público do Tocantins informou que havia pelo menos 66 pacientes à espera de leitos de UTI para Covid-19 no Tocantins e outros 73 aguardando por leitos clínicos.

Medidas

Em meio ao pior momento da Pandemia, o governo do Tocantins decretou trabalho remoto para todos os servidores do estado durante duas semanas.

Com a suspensão das atividades consideradas não essenciais na capital desde o dia 06 de março, o município registrou uma queda de 28% no número de novos casos de covid-19 na última semana, em comparação com a semana anterior.

Na noite desta terça (23), a prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) decidiu prorrogar, com algumas exceções, a suspensão das atividades na capital por mais uma semana.

Crise Sanitária

Na semana passada, a Fiocruz declarou que o Brasil passa pelo “maior colapso sanitário e hospitalar da história”. A fundação divulgou um boletim em que afirma que a pandemia ainda deve piorar em 23 estados e no Distrito Federal, inclusive no Tocantins.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: