Policia Civil prende acusado de homicídio que fingia ser policial em Palmas

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO) prendeu na manhã desta quarta-feira (11), um homem de 49 anos condenado no Tribunal do Júri de Goiás por homicídio praticado em Goiânia. A prisão foi realizada após trabalhos investigativos da 1ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Palmas.

As buscas iniciaram após a Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) de Goiânia informar que o foragido se encontrava residindo em Palmas. Durante as diligências policiais para localizar o indivíduo e cumprir o mandado, testemunhas relataram que o homem andava sempre armado e afirmando ser policial.

A prisão demonstra a importância da troca de informações entre as polícias civis estaduais no combate à criminalidade. Quero parabenizar o empenho e esforço dos policiais civis envolvidos no trabalho”, ressalta o delegado chefe da DHPP de Palmas, Guido Camilo.

O homem já foi indiciado pela Polícia Civil do Tocantins por outro homicídio ocorrido no ano de 1999, no município de Guaraí. O caso foi arquivado em 2015 pela Justiça. No momento da prisão do condenado, foram apreendidas uma arma de fogo calibre 38, seis munições e um par de algemas dentro do veículo. O indivíduo alegou que realizava serviço de segurança privada, tendo adquirido a arma ilegalmente.

Desse modo, foi dada voz de prisão em flagrante pela posse e porte ilegal de arma de fogo. Ele foi conduzido para a Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas onde ficará à disposição da justiça de Goiânia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: